A “inbox zero” é uma utopia?

Ontem já passava da meia noite quando recebi uma chamada de um dos meus editores. Estava claramente a mil à hora pela forma como falava. (É de notar que eu não funciono à noite ao contrário dele. Hoje em dia sou madrugadora e prefiro aproveitar as horas de sol para trabalhar. É verdade: sou muito mais produtiva. E recomendo vivamente que descubram afinal se são mesmo pessoas diurnas ou noturnas, colocando de lado a visão romântica do escritor a trabalhar pela noite dentro. Para quem escreve, edita, transcria ou traduz a um ritmo elevado, é vital ter horas reparadoras na cama; mas voltando ao telefonema.) Ele estava a responder à minha última mensagem e percebeu que era necessário um toque mais pessoal e pegou no telefone. Ao longo da conversa aprendi (entre tantas coisas como já é costume com ele) que ele adotara duas técnicas que agora partilho convosco para lidar com o bicho papão que se tornou o e-mail:

1. se o e-mail leva 5 minutos ou menos a resolver, ele responde imediatamente.

2. se leva mais tempo do que isso e se pode tratar por telefone, ele pega no telemóvel.

Fonte: SaneBox Blog

Fonte: SaneBox Blog

Aqui está! Simples e muito eficaz para ele que lida com dezenas de contactos por dia e gere uma equipa de mais de 10 pessoas 24 horas por dia. Será que funciona? Vou tentar aplicar esta técnica nos próximos dias e falamos melhor mais tarde. E vocês? Digam-me o que fazem para lidar com o e-mail. Já experimentaram esta técnica?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s