Prémio Cervantes 2009

Lisboa, 30 Nov (Lusa) – José Emilio Pacheco, hoje distinguido com o Prémio Cervantes, nasceu na Cidade do México em 1939, é ficcionista, tradutor e poeta com uma obra, nesta última área, incluída desde os anos 50 nas principais antologias latino-americanas.

Para o autor mexicano, escrever poesia “é uma forma de resistência contra a barbárie”, a mesma que frequentemente encontra numa Cidade do México que é “um lugar inóspito, a perfeita desconhecida”, como escreve em “A la extranjera”, poema do livro “La edad de las tinieblas” (2009).

No ano passado obteve o Prémio Rainha Sofia de Poesia ibero-americana. Em Portugal tem traduzida a colectânea de contos “As batalhas no deserto”, edição da Oficina do Livro.

http://aeiou.expresso.pt/literatura-dados-biograficos-de-jose-emilio-pacheco-premio-cervantes-2009=f550450

Anúncios